Sementes Fiscalizadas

Telefone (+55):
55 3322 6790 ou 8111 2902

sementes@sementesfiscalizadas.com.br - Skype | MSN | E-mail

CHINA QUER QUEIMAR SUA RESERVA EM DÓLARES COMPRANDO COMMODITIES.

Publicada em 18/05/2009 às 16:14:23

CHINA QUER QUEIMAR SUA RESERVA EM DÓLARES COMPRANDO COMMODITIES.China quer “queimar” sua reserva de dólares comprando commodities


Analista afirma que o plano chinês beneficia o Brasil, mas as grandes compras podem terminar em brevePreocupado com a crise e a desvalorização da moeda americana, o governo chinês anunciou planos de queimar sua reserva de dólares na China comprando commodities como soja, aço, ferro e cobre. É o que informa Vinicius Ito, analista da New Edge consultora, em Nova Iorque.

“O governo da China está realmente preocupado por ser o maior detentor de dólares do mundo e ele quer diversificar um pouco, não ficar totalmente concentrado em uma moeda atrelada, obviamente, à economia americana e que tem o Banco Central Americano imprimindo cada dia mais dinheiro e jogando na economia”.

Ito explica também que existe um grande medo, por parte dos chineses, de que haja uma desvalorização da moeda e com o problema do grande déficit orçamentário americano. “Boa parte dessa moeda está investida em títulos do governo americano, e eles estão temendo que esses títulos fiquem mais defasados”.

Fim das compras
O analista informa que, hoje, o presidente Lula está na China para fazer negociações diretas, sem usar o dólar. “Nosso medo quanto à economia chinesa é que eles costumam comprar em grande quantidade e depois somem do mercado... O governo chinês avisou que vai comprar soja para seu estoque de reserva até o final do mês de junho”. Ito afirma que isso não significa, necessariamente, que as cotações vão desabar.

Diversificação econômica
A corrida chinesa para a compra de commodities, como combustíveis, produtos agrícolas e minério de ferro faz parte do programa de infra-estrutura que o governo chinês anunciou no ano passado. “É um programa de US$ 586 bilhões que serão investidos principalmente em infra-estrutura. Talvez o governo chinês já esteja se assegurando ao comprar essas commodities e deixando estocadas para garantir o suprimento desses materiais”, conta o analista.

Recuperação da economia americana
A retomada do crescimento econômico nos Estados Unidos ainda não está sendo suficiente para deixar os americanos tranqüilos. Ito afirma que o mercado está duvidando que grande parte desses indicadores econômicos que estão saindo agora nos Estados Unidos sejam realmente sinais de estabilização. “As pessoas acreditam que é mais uma válvula estatística para ampliar o efeito de sazonalidade”.


Fonte: NOTÍCIAS AGRÍCOLAS.